As piores obras de arte já vendidas

Artist's Shit
Merda do artista ("Merda d'artista") é uma obra de arte do artista italiano Piero Manzoni, em 1961. Esta obra consiste em 90 latas cheias de merda, cada uma pesando 30 gramas e medindo 4.8 x 6.5cm, com um rótulo em Italiano, Inglês, Francês, Alemão e com os dizeres:

MERDA DO ARTISTA
PESO LÍQUIDO 30 G
RECÉM PRESERVADA
PRODUZIDO E ENLATADO
MAIO DE 1961

Uma lata foi vendida por € 124.000 na Sotheby em 23 de maio de 2007; em outubro de 2008, a lata n.º 083 foi colocada à venda na Sotheby com uma estimativa de £ 50.000 a 70.000. Foi vendido por £ 97.250
As latas foram originalmente avaliadas de acordo com o seu peso equivalente em ouro com a flutuação de preços de acordo com o mercado, $ 37 cada, em 1961.


Arte não-existente. 
O Museu de Arte Não-Visível (The Museum of Non-Visible Art) é uma organização que hospeda e vende arte que existe apenas na imaginação do artista. Ou, como as pessoas por trás do museu preferem chamá-la, "não visível". Em 2011, uma mulher pagou US$ 10.000 para uma peça intitulada "Fresh Air"


Piss Christ
Resumindo, uma fotografia de um crucifixo submerso em um copo de urina do artista americano e fotógrafo Andres Serrano. A peça foi a vencedora do Prêmio Centro Sudeste de Arte Contemporânea "Prêmio nas Artes Visuais", patrocinado em parte pelo National Endowment for the Arts, uma agência do governo do Estados Unidos que oferece apoio e financiamento para projetos artísticos, sem controle de conteúdo.
A peça causou polêmica em 1989, quando senadores americanos criticaram o pagamento de US$ 15.000,00 pelo trabalho além dos US$ 5.000 que foram pagos pelo National Endowment for the Arts financiamento.
Serrano recebeu ameaças de morte e mensagens de ódio pela obra.


Red Mirror
Gerhard Richter é um artista visual alemão, considerado o artista vivo mais vendido. Em maio de 2013, sua peça chamada Domplatz, Mailand (Praça da Catedral, Milão) de 1968, foi vendida por US$ 37,1 milhões (£ 24.400.000) em Nova York.
Mas o que chamou a atenção foi esta peça, "Mirror", que foi vendido por US$ 750.000. Embora reconheçamos o valor das outras obras de Gerhard Richter, é difícil entender o valor desta, não é? É realmente apenas tinta vermelha em uma ligeira inclinação em um espelho. Talvez o colecionador que comprei só queria ver-se em um pouco mais de cor quando se olha no espelho.


NYC Garbage Cubes
Qualquer pessoa pode comprar uma lembrança de New York City, mas desde 2001 você pode possuir outro artefato importante da cidade : o seu lixo. O artista Justin Gignac começou a vender  lixo ao perceber que seus colegas de trabalho menosprezavam a importância do design de embalagens. 
Gignac decidiu mostrar-lhes como persuasivo e bom design de embalagem pode afetar a decisão de compra.  Os cubos eram vendido por US$ 10,00, mas Gignac elevou o preço para US$ 25,00, quando as pessoas começaram a comprar os recipientes como lembranças de Nova York. Quando ele elevou o preço para US$ 50 - US$ 100, as pessoas começaram a ver os pequenos baús de lixo como arte.
Gignac também produziu uma série de cubos mais caros da edição especial que inclui lixo da cerimônia de posse do Obama e da inauguração do estádio dos Yankees. 


Onement Vi
Esta pintura, do artista abstrato nova iorquino, Barnett Newman, vendido por um recorde de US$ 43,8 milhões na Sotheby em 2013. Onement Vi, uma tela azul de  2,60m x 3,00m, foi pintado em 1953. É o último de seis peças que o artista criou para essa série. 


My Bed
My Bed ('Minha Cama') é uma obra do artista britânico Tracey Emin. Criado em 1998, foi exibido na Tate Gallery, em 1999, como uma das obras finalistas para o Prêmio Turner. Consistia em sua cama com os objetos do quarto em um estado miserável , e ganhou muita atenção da mídia , principalmente pelo fato de que os lençóis estavam manchados com secreções corporais e o chão tinha itens do quarto do artista (como preservativos, um par de calcinhas com manchas de menstruação, e, objetos do cotidiano funcionais , incluindo um par de chinelos)My Bed foi comprado por Charles Saatchi em £ 150.000 e exibido como parte da primeira exposição quando a Saatchi Gallery abriu as suas novas instalações no County Hall , em Londres.


Venus de Milo Statue Made of Excrement
Zhu Cheng, um dos escultores mais famosos e talentosos da China, juntamente com nove de seus estudantes e recriaram a Venus de Milo, mas com excrementos (ou merda, se preferir). Como você pode ver na foto, a obra fica em uma caixa transparente, talvez para o cheiro de bosta não incomodar os visitantes do Museu de Arte de Henan na cidade de Zhengzhou, China. Mas a coisa mais incrível sobre essa estátua de merda é que ela realmente foi comprada por um colecionador de arte suíço por 300.000 yuan (US$ 45.113). O termo 'gastar dinheiro com merda' nunca fez tanto sentido.


Rhein II
Chamado de "Rhein II" e feita por Andreas Gursky, a imagem acima é a fotografia mais cara do mundo. Vendido em 2011 na Christie por US$ 4,3 milhões, Rhein II quebrou o recorde anterior para o preço de uma fotografia, que foi criado por Cindy Sherman "Untitled # 96" em US$ 3.890. O leilão não explica por que uma imagem tão aparentemente simples, um pouco chato seria vendido por um preço tão alto, mas HEY! ARTE É ARTE.

Comente com o Facebook: